PG jogos

Capa do Álbum: PG jogos
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
PG jogos
Ícone seta para a esquerdaVeja todas as Notícias.

Norte-americanos libertados pela Venezuela em troca de prisioneiros chegam ao Texas

Placeholder - loading - Prisioneiros norte-americanos libertados pela Venezuela posam para foto em base aérea em San Antonio, no Estado norte-americano do Texas 20/12/2023 REUTERS/Kaylee Greenlee Beal
Prisioneiros norte-americanos libertados pela Venezuela posam para foto em base aérea em San Antonio, no Estado norte-americano do Texas 20/12/2023 REUTERS/Kaylee Greenlee Beal

Publicada em  

Por Marianna Parraga e Mayela Armas e Trevor Hunnicutt

CARACAS/WASHINGTON (Reuters) - Alguns dos norte-americanos que foram libertados pelo governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, em uma troca de prisioneiros com os Estados Unidos desembarcaram em uma base militar dos EUA em San Antonio, Texas, disse uma testemunha à Reuters.

Os indivíduos foram libertados na quarta-feira em troca da libertação pelos EUA de um aliado de Maduro, o empresário colombiano Alex Saab, que recebeu clemência do presidente dos EUA, Joe Biden, e retornou à Venezuela na quarta-feira. Maduro também concordou em libertar da prisão pelo menos 20 prisioneiros ligados à oposição.

Os promotores norte-americanos acusaram Saab de desviar cerca de 350 milhões de dólares da Venezuela por meio dos Estados Unidos em um esquema que envolvia o suborno de autoridades do governo venezuelano. Ele nega a acusação.

Como parte do acordo, todos os seis norte-americanos classificados pelos EUA como injustamente detidos na Venezuela foram libertados, juntamente com outros quatro norte-americanos. A testemunha da Reuters viu seis detentos, incluindo um em uma maca, descerem de um avião na Base Conjunta de San Antonio.

Savoi Wright, que teria sido preso e detido em outubro, disse a um jornalista quando aterrissou que temeu por sua vida em alguns momentos, enquanto em outros recebia bons cuidados.

'Eu não sabia se conseguiria sair', disse ele.

A Venezuela também devolveu separadamente aos Estados Unidos o fugitivo empresário malaio Leonard Glenn Francis, conhecido como 'Fat Leonard', que está envolvido em um caso de suborno da Marinha dos EUA, disseram as autoridades.

O acordo, resultado de meses de negociações mediadas pelo Catar entre a Venezuela, membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), e os Estados Unidos, ocorreu depois que a Casa Branca disse que precisaria ver progresso na libertação de prisioneiros para continuar com o alívio das sanções impostas a Caracas.

O alívio das sanções foi revelado em outubro em resposta a um acordo do governo venezuelano para realizar eleições justas em 2024.

Embora as libertações possam ser vistas como um passo de Maduro para atender às exigências dos EUA, o retorno de Saab marca uma vitória para Maduro. Saab ainda não havia sido condenado e seu retorno à Venezuela era visto anteriormente como improvável.

Washington havia dado ao governo venezuelano um prazo até 30 de novembro para progredir na remoção das proibições de cargos públicos impostas aos candidatos da oposição e começar a libertar prisioneiros políticos e norte-americanos 'detidos injustamente' a fim de evitar o restabelecimento das sanções.

A Venezuela está permitindo que os candidatos da oposição recorram de suas proibições, mas não havia feito muito progresso na libertação de prisioneiros antes desta semana.

Biden disse aos repórteres que viajavam com ele em Milwaukee que ainda não havia conversado com Maduro, mas que 'estabelecemos requisitos específicos para uma eleição democrática. Ele concordou com todos eles'.

Escrito por Reuters

Últimas Notícias

  1. Home
  2. noticias
  3. norte americanos libertados …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.

PG jogos Mapa do site